Frigol conclui processo de recuperação judicial

Últimas notícias

A processadora de carne bovina Frigol S.A. teve seu processo de recuperação judicial encerrado pela Justiça, após ter cumprido todas as obrigações assumidas no plano de recuperação aprovado por credores, segundo decisão do juiz Mario Ramos dos Santos da 2ª Vara de Lençóis Paulista (SP).

“Do total de credores habilitados (2.006), 99,1% já receberam integralmente os seus créditos”, afirma a decisão publicada no site do Tribunal de Justiça de São Paulo no último dia 4 de outubro.

“A empresa está em pleno crescimento, tem ampliado sua capacidade produtiva e participação nos mercados nacional e internacional, apresenta melhorias substanciais em seus indicadores econômicos e financeiros e tem mantido crescente quadro de colaboradores”, relatou a administradora judicial da empresa, Fernando Borges Administração, Participações e Desenvolvimento de Negócios Ltda., conforme citado na decisão.

Entre as ações implantadas pela Frigol durante o processo de recuperação estão a reestruturação departamental, o fortalecimento da política de recursos humanos, a reestruturação do Departamento de Informática e a regularização da situação tributária com pedido de parcelamento de débitos tributários e previdenciários.

A empresa elevou o número de funcionários em 974 postos de trabalho entre 2010 a 2015, somando 2.562 trabalhadores diretos atualmente.

A Frigol entrou com pedido de recuperação judicial em 2010 e o encerramento do processo já havia sido aprovado pela Justiça em 2015, mas a sentença foi posteriormente anulada depois que bancos credores apresentaram recursos contra a decisão.

A empresa é atualmente o quarto maior processador de carne bovina brasileiro, com operações em São Paulo, Pará e Goiás. A companhia atende o mercado interno e exporta para cerca de 60 países na América do Sul, Europa, Oriente Médio, Ásia e África.

Por Anna Flávia Rochas

 

Fonte: CarneTec Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *