China volta a superar o Brasil na produção de carne de frango, aponta USDA

Avicultura Últimas notícias

Meses atrás o AviSite observou que a principal beneficiária dos efeitos da peste suína africana na China seria a própria avicultura chinesa, “única capaz de preencher (embora parcialmente) a lacuna causada no abastecimento local”.

Pois segundo o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), após três anos de recuos, a produção chinesa de carne de frango deve recuperar-se em 2019 e atingir 13,8 milhões de toneladas, o que significa que volta a superar a produção prevista para o Brasil, de pouco mais de 13,6 milhões de toneladas.

Para dar melhor ideia da dimensão da expansão chinesa basta observar que a produção global prevista pelo USDA para este ano, de aproximadamente 99,6 milhões de toneladas, corresponderá a um incremento anual pouco superior a 4%. Pois o incremento chinês está próximo de 18% e não cessa em 2019: para 2020 é previsto volume em torno de 15,8 milhões de toneladas, cerca de 14,5% a mais. Ou um adicional de 35% em apenas dois anos.

Com esse nível de evolução, a participação chinesa na produção mundial, de 12,2% em 2018, sobe para 15,3% em 2020.

E o Brasil? Bem, de volta ao terceiro posto, a produção brasileira cresce pouco mais de 2% ao ano em 2019 e 2020, o que – diga-se de passagem – é pouco frente à expansão chinesa. Assim, a participação brasileira na produção total, de 14% no ano passado, tende a recuar para 13,5% no ano que vem.

 

Fonte: AviSite

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *