Raízen já fixou mais de 60% do açúcar da safra 2019/20, diz CEO

Cana de açucar Últimas notícias

A Raízen Energia, maior grupo sucroenergético do mundo, já fixou preços para mais de 60 por cento do açúcar a ser produzido na safra 2019/20, que se inicia oficialmente em abril, com cotações 15 por cento maiores na comparação anual, afirmou nesta terça-feira o presidente da companhia, Luis Henrique Guimarães.

“Estamos com mais de 60 por cento da safra que entra com preço fixado, com preços 15 por cento superiores”, disse ele durante apresentação no Cosan Day 2019, evento anual da companhia com investidores, realizado em São Paulo.

A Raízen é uma joint venture entre a Cosan e a Shell.

Guimarães não detalhou a fixação em volume.

Mais cedo, a Cosan divulgou guidance para a temporada 2019/20 em que prevê recuperação na moagem de cana, para algo entre 61 milhões e 63 milhões de toneladas, após 59,7 milhões no ciclo vigente (2018/19).

Segundo Guimarães, no ano passado houve pressão sobre os preços do açúcar diante do superávit global, mas agora as cotações do adoçante já começam a esboçar reação.

Por José Roberto Gomes

 

Fonte: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *