Abate de bovinos sobe 3,4% em 2018, de suínos +2,4% e frangos -2,5%

Avicultura Pecuária Suínos Últimas notícias

Os abates de bovinos e suínos no Brasil aumentaram em 2018, na comparação com 2017, enquanto o de frangos teve queda, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na quinta-feira (14).

O abate de bovinos somou 31,9 milhões de cabeças, alta de 3,4%, a segunda alta consecutiva anual após três anos de queda.

O estado de Mato Grosso, maior produtor nacional de bovinos, liderou o crescimento dos abates (+414,73 mil cabeças), seguido de Rio Grande do Sul (+205,13 mil), Paraná (+157,50 mil), Rondônia (+125,93 mil) e São Paulo (+122,73 mil).

O abate de suínos também teve crescimento, de 2,4%, e estabeleceu um novo recorde anual, a 44,2 milhões de cabeças.

Entre os principais estados produtores brasileiros de suínos, Mato Grosso do Sul liderou o aumento dos abates (+296,40 mil cabeças), seguido de Rio Grande do Sul (+194,72 mil), São Paulo (+181,64 mil), Paraná (+86,80 mil) e Santa Catarina (+80,43 mil).

Já o abate de frangos caiu 2,5% em 2018, para 5,7 bilhões de cabeças. Esta foi a segunda queda consecutiva após o recorde anual de 2016. Os estados com as principais quedas no abate de frangos foram Santa Catarina (-93,55 milhões de cabeças), Paraná (-50,50 milhões), São Paulo (-18,44 milhões) e Minas Gerais (-17,04 milhões).

O Brasil enfrentou redução na demanda doméstica por carnes em 2018 e as exportações brasileiras de carne de frango e suína tiveram queda em meio a restrições por alguns países compradores.

Por Anna Flávia Rochas

 

Fonte: CarneTec Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *