Exportações de etanol dos EUA pode bater recorde

Cana de açucar Últimas notícias

As exportações de etanol dos Estados Unidos podem bater um recorde de 4 bilhões de galões por ano em 2020, de acordo com Mike Dwyer, economista-chefe do Conselho de Grãos norte-americano. Dwyer fez a previsão durante uma mesa-redonda sobre comércio na Iowa Renewable Fuels Summit, realizada no Prairie Meadows Conference Center em Altoona, Iowa.

De acordo com informações publicadas pelo portal agriculture.com, a indústria de etanol dos EUA irá exportar um total de 4 bilhões de galões em 2020, seria mais do que o dobro do atual recorde de 1,62 bilhão de galões de etanol exportado durante a campanha de 2017-2018 que terminou em 31 de agosto de 2018. Durante esse período de 12 meses, o etanol dos EUA foi exportado para 74 países, de acordo com o Serviço Agrícola Estrangeiro do Departamento de Agricultura do país.

As exportações de etanol dos EUA durante o atual ano de comercialização que termina em 31 de agosto estão a caminho de atingir 2 bilhões de galões. Foi isso que disse o US Grains Council, que é uma organização com sede em Washington, DC, que promove as exportações de milho, sorgo e cevada dos EUA e produtos de valor agregado feitos a partir dessas commodities.

A China atualmente impõe uma tarifa de 70% sobre o etanol dos EUA, mas terá que encontrar uma maneira de importar etanol estrangeiro se cumprir o mandato que impôs para usar uma mistura de 10% de etanol e 90% de gasolina (E10) até 2020. É possível que a China importe aproximadamente 1 bilhão de galões de etanol dos EUA para cumprir seu mandato E10, isso faria da China o primeiro país a importar 1 bilhão de galões de etanol dos EUA por ano.

Fonte: Agrolink

Foto: BrasilAgro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *