Exportação de carne bovina brasileira deve subir entre 5% e 10% em 2019

Pecuária Últimas notícias

O volume de vendas externas brasileiras de carne bovina deverá crescer entre 5% e 10% em 2019, segundo estimativas divulgadas por associações representativas das indústrias do setor.

A Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) espera uma alta de pelo menos 5% no volume de exportações de 2019, em relação ao recorde de 1,64 milhão de toneladas exportadas em 2018.

Esse crescimento considera a retomada de compras da Rússia, que manteve embargo às carnes bovina e suína brasileiras por cerca de 11 meses. Antes do embargo, em 2017, a Rússia importou 150 mil toneladas de carne bovina brasileira, segundo a Abrafrigo.

A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) estimou em dezembro que as exportações de carne bovina poderão chegar a 1,8 milhão de toneladas neste ano, o que representa um crescimento de 9,7% ante o exportado em 2018.

O faturamento do setor com as vendas externas é estimado em US$ 7,26 bilhões em 2019, uma alta de 10,5% em relação aos US$ 6,57 bilhões de 2018.

Além da retomada das compras da Rússia, a Abiec considera em sua estimativa a retomada das compras pelos Estados Unidos e o crescimento das aquisições pela China.

A China foi uma das principais compradoras de carne bovina brasileira e um dos países que mais elevou as importações deste produto em 2018, alta de 52,5% em volume ante 2017.

Já os Estados Unidos reduziram as compras em 16,5%, para 32,4 mil toneladas em 2018.

Por Anna Flávia Rochas em 09/01/2019

 

Fonte: CarneTec Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *