México habilita 26 novas plantas brasileiras de frango para exportação

Avicultura Economia Últimas notícias

O México habilitou 26 novas plantas frigoríficas brasileiras de carne de frango a exportar para o país, informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) na segunda-feira (19).

As novas plantas habilitadas estão localizadas no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

As unidades pertencem à BRF, Seara (JBS), Aurora Alimentos, Pif Paf, GT Foods, Coasul, Copacol, Somave, Bello Alimentos, Frangos Granjeiro, Frangos Pioneiro, Jagua Frangos, Nova Araça, Agrosul, Nutriza, São Salvador, Dip Frangos, Safrio e Vapza.

Com as novas habilitações, 46 plantas de carne de aves brasileiras estão agora autorizadas a exportar para o México.

“A expectativa é que a habilitação de novas plantas permita a retomada da tendência de ampliação nas exportações brasileiras de carne de frango para o México”, disse o secretário de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa, Odilson Silva, em nota.

O presidente da ABPA, Francisco Turra, espera que as novas habilitações gerem impactos positivos em 2019.

“A sinalização é de um cenário ainda mais demandante no próximo ano, o que deve influenciar o saldo geral das exportações do Brasil”, disse Turra em nota enviada pela ABPA. “A novas habilitações mostram, ainda, a confiança do México no sistema brasileiro, o que gera boas expectativas, também, acerca da abertura do mercado à carne suína do Brasil.”

O México importou 95,5 mil toneladas de carne de frango brasileira entre janeiro e outubro, alta de 8% ante o mesmo período do ano passado. Em faturamento, as exportações somaram US$ 138 milhões.

O Mapa disse que ainda está negociando a vinda de missão mexicana ao Brasil neste ano para avaliar a ampliação das habilitações de plantas de carne bovina termoprocessada.

Por Anna Flávia Rochas em 20/11/2018

 

Fonte: CarneTec Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *