Arroba fechou outubro em queda em SP

Pecuária Últimas notícias

O mercado do boi gordo fechou o mês de outubro parado. Na última quarta-feira, 31, poucos negócios foram registrados e os preços ficaram estáveis na maioria das praças pecuárias.

Nas regiões onde a oferta de boiadas foi suficiente para abastecer os estoques das indústrias, os frigoríficos testaram preços abaixo das referências, pressionando a cotação da arroba do boi gordo. É o caso do Sul da Bahia, onde a cotação da arroba caiu 0,7% e ficou cotada em R$ 140 à vista, livre de Funrural.

Em São Paulo, a cotação da arroba do boi gordo ficou estável, mas, considerando o desempenho em outubro, a cotação caiu 2,3%, um quadro de preços frouxos frente a setembro.

A margem das indústrias que desossam está em 21,4%, valor próximo à média da série histórica.

Já no Sul de Minas Gerais, o cenário foi diferente. Apesar da demanda aquém do esperado, a oferta restrita de boiadas terminadas ainda deu rumo as cotações na região.

A dificuldade de adquirir matéria-prima, forçou os compradores a ofertarem preços acima da referência e a arroba do boi gordo valorizou 2,1% desde o início do mês. A cotação fechou outubro cotada, em média, em R$ 143 a prazo, livre de Funrural.

Para a vaca gorda a movimentação dos preços foi semelhante e a valorização da arroba foi de 1,9% ao longo de outubro, estando cotada, em média, em R$ 133,00 nas mesmas condições.

Com a entrada de novembro e o recebimento dos salários, a expectativa é de melhora na demanda pela carne bovina, o que pode manter os preços firmes para o boi gordo.

Fonte: Scot Consultoria

Foto: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *