Nova queda no preço da carne no varejo

Nem mesmo o recebimento de salários e controle de estoque da indústria foram capaz de elevar as cotações

 

A entrada do mês, o recebimento dos salários e a maior capacidade de controle dos estoques frente as indústrias não foram suficientes para motivar altas no mercado varejista de carne bovina.

Segundo levantamento da Scot Consultoria, em São Paulo e no Paraná, os preços ficaram estáveis, enquanto em Minas Gerais e no Rio de Janeiro ocorreram desvalorizações médias de 0,5% e 0,3%, respectivamente, nesta semana.

Para a próxima semana, quedas nas cotações não estão descartadas, já que com a entrada da segunda quinzena do mês normalmente ocorre uma redução no poder de compra da população.

Atualmente, a margem de comercialização dos varejistas gira em torno de 66,9%.

Fonte: Scot Consultoria

Deixe uma resposta