Área plantada de feijão sobe 1,1% de fevereiro para março

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou levantamento na terça-feira (10/4)

 

A área plantada com feijão no País em 2018 aumentou 1,1% na passagem de fevereiro para março, elevando a produção em 0,8%, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola, divulgado na terça-feira (10/4) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O rendimento médio, porém, caiu 0,5%. No levantamento de março, os maiores produtores, somadas as três safras, são Paraná (com uma fatia de 20,6%), Minas Gerais (16,9%) e Goiás (com 10% de participação na produção nacional).

A primeira safra de feijão está estimada em 1,6 milhão de toneladas, um ligeiro aumento de 0,1% frente à estimativa de produção de fevereiro. Pernambuco teve a expectativa de produção aumentada 11,3%, com crescimento de 17,8% na área plantada, mas queda de 9,4% no rendimento médio. Em Mato Grosso, houve um decréscimo de 41% na produção, por causa da redução de 46% na área plantada.

A segunda safra de feijão foi estimada em 1,3 milhão de toneladas, um aumento de 2,6% frente à estimativa de fevereiro, acompanhando a área plantada, que subiu 3%. O rendimento médio foi reduzido em 0,6%. Pernambuco e Alagoas aumentaram suas estimativas de produção em 5,7% e 13%, respectivamente, por causa do aumento da área plantada, influenciada pela volta das chuvas.

Em relação à terceira safra de feijão, a estimativa é de redução de 1,6% na produção em março ante fevereiro. Goiás teve recuo de 3% na área plantada, 1,9% no rendimento médio e de 4,1% na produção. O Paraná apresentou uma queda de 45,7% em sua estimativa de produção, com recuo de 46% da área plantada.

Fonte: Conteúdo Estadão

Deixe uma resposta