Como se recolocar no mercado agro?

O setor do agronegócio é responsável pelo maior número de postos de trabalho gerados em 2017, e, tem sustentado o país em meio à crise financeira que ainda estamos presenciando. Dados do Cepea (2016) mostram que o setor é responsável por 20% dos empregos do país, empregando cerca de 19 milhões de pessoas.

Apesar de o saldo de empregos gerados em relação às demissões ser positivo, como voltar ao mercado de trabalho, uma vez que o Brasil encontra-se nesta delicada fase política e financeira?

A chave do sucesso está na flexibilidade oferecida pelo candidato para com a vaga que deseja candidatar-se. Atualmente, a disponibilidade de mudança de região, por exemplo, é algo bastante observado pelos contratantes; seguido pela disponibilidade de viagens, que é muito requisitada aos profissionais do agronegócio.

Foco é algo que deve ser levado em conta na busca por uma oportunidade de trabalho. Procure buscar vagas que se adequem ao seu perfil, será positivo para o recrutador, pela economia de tempo em abrir currículos que nada tem a ver com a vaga, e, para você, que saberá onde quer trabalhar e por quê.

Hoje em dia o networking é essencial. De nada adianta você ter um currículo excepcional, se não tiver a recomendação de um conhecido ou se não conseguir se comunicar bem com seus colegas de trabalho. Busque oportunidades no LinkedIn, por exemplo, rede que vem crescendo e gerando bons resultados aos recrutadores. Mostre que está disponível para o mercado de trabalho, seja visto! Se possível, escreva artigos sobre a sua profissão, compartilhe seus conhecimentos com outras pessoas!

De acordo com a especialista em desenvolvimento de empreendedores, Kelly Metzker, quem pratica a gentileza tem mais sucesso nos negócios e na vida “Gentileza é um gesto de cuidado com o outro e com a vida. Significa ter responsabilidade e comprometimento com tudo o que se faz e com as pessoas com as quais se relaciona. Gentileza transmite confiança, compromisso e CREDIBILIDADE! É pensar e praticar a reciprocidade. O bem que quero para o meu negócio e para mim, desejo também para o meu parceiro e estarei disponível para ajudá-lo a conquistar”.

A última dica é: mantenha-se atualizado! Tanto no agronegócio como em qualquer outro setor, quem não se atualiza fica para trás! Busque cursos relacionados à sua área de atuação, assista a palestras online, participe de workshops e eventos. Um bom site para atualização é o portal Senar (http://ead.senar.org.br/), que oferece cursos online e gratuitos de diversos temas, tais como agricultura de precisão, bovinocultura de corte, bovinocultura de leite, floricultura, heveicultura, ovinocultura, piscicultura, ILPF, silvicultura e suinocultura.

A internet tem uma infinidade de ferramentas que podem auxiliá-lo a melhorar o seu currículo, independente de sua área de atuação. Aproveite o seu tempo e qualifique-se!

 

Mariana Antunes, especial para o Jornal Campo Aberto

Deixe uma resposta